Um dos nossos peixes mais importantes

Devido às condições naturais e à gestão sustentável, a Noruega captura bacalhau nas maiores reservas de bacalhau do mundo. Por isso não é surpresa que, de um ponto de vista económico, o bacalhau seja um dos nossos peixes selvagens mais importantes, hoje e durante toda a nossa história. É por isso que lhe chamamos ouro branco.

O bacalhau da Noruega é bacalhau de qualidade

  • Cuidadosamente manuseado
  • Produz grandes filetes
  • Consistência perfeita
  • Nutritivo
  • Sabor exclusivo
  • Transportado em meras horas

Fresco como as nossas águas frias e cristalinas

A carne firme do bacalhau da Noruega tem uma cor branca delicada. A sua estrutura caracteristicamente consistente e o seu sabor suave fazem deste peixe a opção ideal para uma grande variedade de pratos.

Skrei dish

Deixe-nos apresentar-lhe

Cod

O que procurar

  • Procure o corpo alongado e robusto
  • A linha branca curva lateral
  • Uma barba distinta sob o queixo

Ficheiro de factos

  • Nome latino: Gadus morhua
  • Família: Família do bacalhau
  • Tamanho máximo: 200 cm e 60 kg
  • Onde vive: Na zona quente da Frente Polar no Mar de Barents

  • Principal área de desova: Lofoten/Vesterålen
  • Época de desova: Fevereiro-abril

  • Dieta: Principalmente peixe

Métodos de captura

Clicar nos números para revelar texto
  • 1 Rede de cerco

    A rede de cerco é uma parede de rede que o barco deixa cair à volta do cardume. O fundo fecha-se e o cardume capturado é levado para bordo.

    ARTES DE PESCA ATIVA

    As artes têm de se aproximar do peixe para o capturar. À exceção da rede de cerco dinamarquesa, os pescadores que querem utilizar artes de pesca têm de obter concessões especiais. Assim, esta arte é ilegal na pesca desportiva. 

Como o mantemos fresco

Nos últimos 20 anos, as vendas de peixe branco tradicional têm vindo a subir consistentemente, enquanto o consumo de peixe congelado e de aquicultura tem vindo a diminuir.

Skrei in a box with ice

Maximizar a frescura

Ou se reduz o tempo desde a captura até ao consumo, ou se aplica maior controlo de temperatura. Por cada 5 °C de aumento da temperatura de armazenamento do peixe, a validade é reduzida para menos de metade.            

A utilização do termo ‘fresco’ é aceitável para descrever ‘peixe mantido em refrigeração sobre gelo, mas não congelado’.            

Por vezes, utiliza-se a super refrigeração para reduzir a taxa de deterioração; alegadamente, manter o peixe a 2 °C alarga o prazo de validade do peixe para 26 dias antes de começarem a ser detetados sabores desagradáveis.       

Cod fillet on ice

A frescura não pode ser recuperada depois de perdida. Devido à forma como o peixe se deteriora, não existe nenhuma solução rápida para abrandar a deterioração.            

As bactérias dentro do peixe estão protegidas pelos blocos de músculos, que neutralizam os químicos e a luz UV. Alguns tratamentos podem ter um efeito desodorizante, mascarando temporariamente a má qualidade, mas foi demonstrado em ensaios que não trazem quaisquer benefícios a longo prazo.

Cod fillet

Medir a qualidade do peixe

Uma investigação recente no Reino Unido demonstrou que a maioria dos consumidores deita fora peixe refrigerado se este tiver estado no frigorífico durante mais de dois dias, devido ao receio de intoxicação alimentar.            

Existe claramente alguma confusão relativamente à segurança do peixe não cozinhado, bivalves crus, e produtos de peixe e marisco cozinhados prontos a comer. O peixe branco cru é intrinsecamente seguro quando cozinhado; torna-se intragável muito antes de ser prejudicial.            

A avaliação sensorial humana continua a ser a forma mais rápida e mais precisa de avaliar a frescura do peixe. Existem técnicas não humanas, que no entanto podem ser problemáticas.            

A análise química, que inclui bases voláteis totais (TVB) ou (TMA), também demora muito tempo até obter resultados e pode ser pouco precisa até o peixe deixar de ser aceitável. Também há dúvidas sobre a falta de um método normalizado, o que limita a utilidade dos testes químicos. Também são por vezes utilizados testes microbiológicos para determinar a qualidade da frescura.            

Os valores totais viáveis (TVC) não devem ser utilizados, pois é comum o peixe diretamente saído do mar ter um TVC de 1x105-1x106. Existe uma melhor correlação ao medir as bactérias de deterioração do peixe como as Pseudomonas ou Shewanella.

Cod in a fish carrier