Norueguês: Saltfisk

Juntar sal ao bacalhau é um método que já era usado no século XV. É uma técnica que foi desenvolvida para preservar peixe antes de longas viagens, garantindo que os marinheiros tinham a nutrição necessária para vários meses no mar. O sal tem propriedades antibacterianas, por isso dá ao peixe um prazo de validade mais longo e permite armazená-lo a temperaturas mais altas – daí que este método de conservação do peixe se tenha tornado popular em países mais quentes, como Espanha e Portugal.

O peixe salgado norueguês tem uma distintiva cor amarela pálida e uma textura delicada. Tem um sabor requintado – curado e delicioso. São estas as qualidades que tornaram a nossa variedade particular de peixe salgado tão popular.

Simplesmente salgado

Transformar bacalhau em peixe salgado é um processo simples, mas que foi refinado ao longo de milhares de anos. Até aos dias de hoje, os únicos ingredientes que adicionamos são sal e tempo, que permitem a cura da matéria-prima de alta qualidade.

Cod being salted

Passo um: Salgar

Há algumas formas diferentes de salgar peixe - salga a seco, salmoura ou conserva. Aqui na Noruega, tendemos a preservar o nosso peixe em conserva, para que a água não saia do recipiente, sendo, pelo contrário, usada para cobrir o peixe.

Passo dois: Cura

O bacalhau é, então, disposto em camadas e deixado a curar durante um período de 3 a 4 semanas. O peixe pode ficar no seu contentor durante mais tempo, pois atingirá um ponto em que não pode absorver mais sal. O processo de cura dá ao bacalhau salgado o seu sabor distinto e desejado – tal como acontece com o vinho ou o queijo de grande qualidade.

Salted cod arranged in stacks on pallets
Salted cod in different sizes and qualities

Passo três: Separar

A água é retirada dos contentores e o peixe salgado é separado por qualidade e tamanho. Há três níveis de qualidade – superior, universal e mista – e uma gama de tamanhos de ‘miúdo’ a ‘jumbo’.

Creio que ingredientes de qualidade são a base essencial para qualquer tipo de cozinhado. É por isso que uso sempre os melhores produtos nas minhas criações. Entre eles, encontra-se o Bacalao Tradicional Noruego com a sua excecional textura e sabor. Graças ao peixe salgado norueguês e à grande variedade de pratos, tenho podido agradar aos mais exigentes palatos. Recomendo vivamente.
Hung Fai

Hung Fai

Chef espanhol

A captura é um fator decisivo

Para produzir peixe salgado delicioso é preciso ter as melhores matérias-primas. Felizmente, a Noruega tem algumas das maiores unidades populacionais de bacalhau do mundo. Entre fevereiro e abril, cardumes de milhões de peixes dirigem-se do Mar de Barents para as zonas de desova na costa norte da Noruega. Os pescadores tiram partido da abundância de bacalhau de alta qualidade, levando prontamente as suas redes para os mares.

Para fazer peixe salgado de qualidade é essencial que os pescadores cortem imediatamente a cabeça do peixe e o deixem sangrar na água corrente do mar. Isto garante que a maior parte do sangue é removido antes da salga. O peixe salgado pode também fazer-se com bacalhau congelado, por isso podemos produzi-lo ao longo de todo o ano.

Infographic showing fish swimming towards a sign with the text Northern coast

Milhões de peixes dirigem-se do Mar de Barents para as zonas de desova na costa norte da Noruega.

Infographic showing two fish surrounded by snowflakes

O peixe salgado pode também fazer-se com bacalhau congelado, por isso podemos produzi-lo ao longo de todo o ano.

Infographic showing a magnifying glass and a graph

Ao longo de toda a época vigora um processo estrito de gestão e monitorização, para garantir a qualidade em todas as fases.

Demolhar peixe salgado

O peixe salgado tem um teor de sal muito elevado e tem de ser demolhado antes de comer. Siga estas instruções simples para que o peixe salgado fique sempre delicioso.

Infographic showing a fish in a bowl of water
Passo um: demolhar

Lave o peixe salgado em água fria limpa, para retirar o excesso de sal, e coloque-o num recipiente para demolhar. Deverá ter, pelo menos, 3 vezes mais água do que peixe e a água deve estar a uma temperatura entre os 6 e os 8 °C.

Infographic showing water dripping on a fish
Passo dois: Mudar a água

Deite água fresca sobre o peixe salgado de 8 em 8 horas.

Infographic showing a pot with the number 48hrs
Passo três: Pronto a ser cozinhado

O peixe salgado estará pronto a ser cozinhado passadas 48 horas.

Infographic showing recommended cuts for bigger and smaller sizes clipfish
Passo quatro: Postas

Para tirar o máximo partido do peixe salgado, recomendamos os seguintes cortes.

Nutritivo e delicioso

Uma das principais vantagens de conservar o bacalhau é preservar todos os nutrientes naturais para uma data posterior. O peixe salgado é saboroso e de fácil digestão; também contém muitas das propriedades nutricionais do bacalhau fresco. É rico em proteína e vitamina D, por isso os seus clientes podem apreciar uma deliciosa refeição com todos estes benefícios adicionais para a saúde.

Canapé with salted cod
O peixe salgado é rico em proteína e vitamina D.

Perguntas sobre o peixe salgado

A indústria do peixe na Noruega opera de acordo com a legislação europeia relativa à segurança alimentar. A nossa Autoridade para a Segurança Alimentar é responsável pela verificação da segurança alimentar, recomendando novas medidas e elaborando regulamentos. O Comité Científico para a Segurança Alimentar é responsável pela realização de avaliações de risco 

Sim – na verdade esse consumo é incentivado. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que as grávidas aumentem o consumo de peixe e marisco.

O Comité Científico Norueguês para a Segurança Alimentar concluiu que o consumo de sushi durante a gravidez é seguro, portanto isto estende-se ao peixe salgado cru. Se estiver a preparar peixe cru, certifique-se de que a cadeia de refrigeração não foi interrompida durante o transporte. O peixe tem de ser congelado primeiro para eliminar todos os parasitas.