O maior rendimento do mundo

A costa da Noruega é um habitat natural para o bacalhau. O facto de continuar a ser assim é prova do trabalho árduo de todas as partes e organizações envolvidas. Em conjunto, asseguramos que a sustentabilidade está no centro de toda a cadeia de fornecimento de peixe e marisco da Noruega.

Na verdade, a sustentabilidade está na base de todo o nosso processo de pesca do bacalhau desde 1987, quando introduzimos a proibição de devoluções pela primeira vez. Hoje colhemos os frutos desta abordagem cuidadosa e pioneira; as reservas de bacalhau batem recordes de abundância.

Reservas de bacalhau da Noruega

Quando somos abençoados com um dom, é nosso dever protegê-lo. As águas límpidas e gélidas da Noruega estão repletas de bacalhau de qualidade, mas temos de garantir que este recurso precioso perdura. É por isso que seguimos as nossas práticas sustentáveis, que nos dão uma abundância de bacalhau inigualável e nos permitem partilhá-lo.

Uma medida de sucesso

As reservas de peixe da Noruega têm sido bem geridas desde há mais de 20 anos, com base nos melhores conselhos científicos disponíveis no momento. E continua a ser nosso objetivo ser o líder mundial da gestão de pescarias sustentáveis.

Com uma biomassa calculada em cerca de 2,5 milhões de toneladas, o Mar de Barents tem a maior reserva de bacalhau do mundo. A quota total da Noruega para 2015 foi definida em menos de um quarto: 414 920 toneladas.

Um importante objetivo da gestão de pescarias Norueguesa é assegurar a sustentabilidade de todas as pescarias. São introduzidas medidas especiais para reservas com condições não satisfatórias. O objetivo é a reconstrução das mesmas, para poderem ser aproveitadas de forma sustentável no futuro.

Infographic illustrating cod stocks

A nossa relação com o mar é de parceria; indispensável à saúde da nação em termos económicos, culturais e físicos.